Livro Cotidiano

Livro Cotidiano
Clique para ver índice do livro

Devagar se vai ao longe

    Em corridas curtas, como os cem metros rasos, que dura cerca de dez segundos, o ou a atleta consegue manter uma grande velocidade. Mas quanto mais longas as corridas menor será a velocidade, como mostra o gráfico. Claro que isso não é inesperado, afinal, correr maiores distâncias é sempre mais cansativo.

    Em uma corrida curta, como os cem metros rasos, um atleta campeão, desses que chegam às finais de campeonatos mundiais ou de Olimpíadas, a velocidade média é de quase 40 km/h, como mostra o gráfico abaixo. Mulheres conseguem um pouco menos, cerca de 35 km/h.
    Na medida em que os percursos vão aumentando, as velocidades médias vão, como seria esperado, diminuindo. Em corridas de 1500 metros, as velocidades são próximas de 25 km/h. E elas continuam caindo na medida em que os percursos vão aumentando. Na maratona, uma corrida de 42.195 metros, a velocidade média dos recordes masculinos é pouco acima dos 20 km/h e, no cado de mulheres, pouco abaixo desse valor.




    Essas velocidades médias continuam caindo na medida em que as distâncias aumentam. Talvez a prova mais longa com apenas um dia de duração seja a de 200 quilômetros, que dura cerca de 15 horas para homens e 20 horas para mulheres, respectivamente, quase um dia inteiro. Nessa prova, a velocidade média está entre 10 e 15 km/h, perto da terça parte da velocidade média da corrida de cem metros rasos.
    Em resumo, quanto mais longe se vai, mais devagar um ou uma atleta consegue correr ... se é que alguém acha que manter uma velocidade de 10 km/h ou 15 km/h quase durante um dia inteiro pode ser considerado devagar!


Se você gostou deste texto, clique aqui para ver o índice do livro Um Pouco da Física do Cotidiano

Nenhum comentário:

Postar um comentário