Livro Cotidiano

Livro Cotidiano
Clique para ver índice do livro

Índice do livro Um Pouco da Física do Cotidiano

Algumas ideias desenvolvidas neste blog viraram um livro.
Para adquiri-lo, clique aqui e acesse o sítio da editora
Para ver o índice do livro, continue lendo

Por que os ciclistas precisam fazer força para andar com velocidade constante?

    Por que os ciclistas precisam fazer força para andar com velocidade constante?

    Há uma lei da Física, a segunda lei de Newton, que diz que a força é proporcional à aceleração: F=m•a. Então, se estamos em uma bicicleta, andando no plano a velocidade constante, e, portanto, com aceleração nula, por que precisamos fazer força contra os pedais?

Perfil físico de atletas

Praticantes de diferentes modalidades esportivas têm diferentes características físicas. Uns são muito fortes, como Usain Bolt, outros relativamente magros, como Marílson dos Santos. Por que essa diferença?

Jogos Pan-Americanos: só contam as medalhas?

Alguns (ou muitos?) meios de comunicação transformaram os Jogos Pan-Americanos em uma espécie de campeonato de coleção de medalhas: só interessava o número de medalhas conquistadas por um país. Aspectos importantes e interessantes dos esportes, como suas características, onde eles são praticados no Brasil, o que caracteriza um bom desempenho em cada atividade, quais são as características físicas (altura, tipo de composição muscular...) dos e das atletas que se dedicam a um determinado esporte, quais as habilidades exigidas, como o resultado obtido em uma atividade se compara com os recordes mundiais, onde cada atleta brasileiro treina e quem o treina..., foram negligenciados. Só conta a quantidade de medalhas conquistadas.

Como um barco a vela pode andar contra o vento e mesmo mais rápido do que o vento?

    Um veleiro pode andar mais rápido do que o vento! Como pode ser isso? Para entender, precisamos, primeiro, ver como um barco à vela é impulsionado.

Marcha atlética: por que rebolar?

A marcha atlética é um esporte no qual o atleta deve andar o mais rapidamente possível, mas sem correr. E a diferença entre andar e correr é muito simples. Quando andamos, mantemos pelo menos um pé em contacto com o solo durante todo o tempo, ou seja, só tiramos um pé do chão depois que o outro já está encostado no solo. Quando corremos, uma parte do tempo estamos com os dois pés “no ar”, sem contacto com o solo. Assim, a regra básica da marcha atlética é manter pelo menos um dos pés em contacto com o solo todo o tempo; quem não fizer isso será desclassificado. (Você encontrará, facilmente, vários vídeos de marcha atlética na Internet.)