Livro Cotidiano

Livro Cotidiano
Clique para ver índice do livro

Refresque-se

    Refresque-se

    Nosso corpo produz cerca de 100 W de potência o tempo todo. É como se houvesse uma lâmpada incandescente de 100 W acesa durante todo o tempo dentro de cada um de nós. A origem dessa energia é o nosso saboroso combustível, a comida, que é “queimado” pelo nosso organismo.
    Se nós fôssemos termicamente isolados do ambiente, ou seja, não tivesse como transferir calor do nosso corpo para fora, nós nos aqueceríamos indefinidamente ... Felizmente – e é por isso que estamos aqui – essa energia é constantemente transferida para o ambiente, mantendo nosso corpo em uma temperatura adequada para a vida.
    
    E como essa energia é transferida para o ambiente?

Por vários processos. Um deles é a radiação. Nós irradiamos energia da mesma forma que o Sol, ou uma fogueira ou um ferro de passar roupa aquecido irradiam. E o ambiente também irradia e nós absorvemos essa radiação. Assim, a perda de energia por radiação é o resultado do que nós irradiamos menos o que absorvemos. (Atenção: se você estiver sob o Sol, a irradiação que será absorvida pode ser muito maior do que a que você emite. Neste caso, seu corpo será aquecido e não refrigerado.)
    Outra forma é a condução térmica. Esse processo é aquele no qual energia térmica é transferida do nosso corpo para outro corpo, mais frio, no qual estamos encostados. Por exemplo, você pode estar encostado em uma cadeira. Se esta está mais fria que seu corpo (cuja pele está a aproximadamente a 340C) você perde energia térmica para a cadeira ou, como é dito também, há uma transferência de calor do seu corpo para a cadeira.
============================================================
Se você se interessa pela física do dia-a-dia, clique aqui 
para ver o índice do livro Um Pouco da Física do Cotidiano

============================================================
    Outra forma, ainda, é a convecção. Esse processo corresponde a aquecer o ar próximo da nossa pele e este ar aquecido é levado para longe, pelo vento, por causa do nosso movimento ou apenas por ter sido aquecido pela própria pele e tornar-se menos denso.
    Suor é outra forma de transferir energia do nosso corpo para o ambiente: quando a água que está sobre nossa pele é evaporada, ela carrega energia e refrigera o corpo.
Quando inalamos ar frio e exalamos o ar aquecido, ou seja, quando respiramos, também transferimos energia de nosso corpo para o ambiente.
Em uma situação normal, em um dia não excessivamente quente e quando usamos roupas adequadas, esses mecanismos todos fazem com que nosso corpo elimine os 100 W que produz.

    E quando está muito quente?
   
    Quando está quente, em especial quando está muito quente – o ambiente está a uma temperatura maior que nossa pele – a condução térmica, a convecção e a radiação, ao invés de refrigerar o corpo, o aquecem. Quando isso acontece, o único mecanismo que dispomos é o suor. Às vezes, precisamos suar abundantemente para eliminar os cerca de 100 W que produzimos.

    E quanto perdemos?

    A tabela abaixo mostra, aproximadamente, quando de energia térmica perdemos quando estamos com pouca roupa – sunga, maiô ou biquíni – e na sombra, em diferentes condições de vento e temperatura ambiente, sem suar.





    Por exemplo, quando a temperatura é de cerca de 25oC e não há vento algum, transferimos cerca de 100 W para o ambiente e, portanto, devemos nos sentir bem confortável. Já com um vento de 2 m/s – o que corresponde a uma brisa ou um ventilador relativamente fortes – perderemos cerca de 115 W e, possivelmente, sentiremos algum desconforto, algum frio.
    Ainda com pouca roupa em um ambiente a 20oC, perderemos cerca de 150 W, significativamente mais do que produzimos e, portanto, sentiremos algum frio.
    Quando o ambiente está quente, por exemplo, 30oC, perdemos, sem suar, menos do que os 100 W que produzimos, entre 45 W se não há vento, 50 W com uma brisa de 1 m/s (ventilador suave) e 60 W com uma brisa ou ventilador relativamente fortes. Nesses casos, sentiremos calor e nosso corpo começará a produzir suor para garantir a perda dos 100 W produzidos e manter estável a temperatura do corpo.


Um comentário:

  1. Interessante. Um sistema bem automatizado.
    Por isso, em dias frios alimentamos um pouco mais que o normal ou, necessitamos de maior calorias para repor as calorias perdidas.

    ResponderExcluir