Livro Cotidiano

Livro Cotidiano
Clique para ver índice do livro

Suaves batidas

Onde segurar em uma raquete de tenis? Onde a bola deve bater no taco de beisebol? Onde segurar e onde bater com um facão?

Se você já deu uma martelada errada, aquela que quando o martelo atinge o prego você tem impressão que ele (o martelo) tenta escapar da sua mão, então já sabe, na prática, o que é o centro de percussão. Ou melhor, sabe o que é o não centro de percussão. Se seguramos o martelo na posição correta do cabo, praticamente não sentimos nenhum efeito quando ele atinge o prego, ou seja lá o que for que estivermos martelando; o martelo permanece suavemente na nossa mão, sem tentar escapar. A mesma coisa ocorre quando usamos um facão: se batemos a lâmina na posição correta, o facão permanece seguro na nossa mão, sem risco de escapar. Entretanto, se a posição em que batemos for errada, o facão tende, perigosamente, a escapar da nossa mão. Felizes são os vendedores de coco que aprenderam onde devem segurar no cabo do facão e onde devem bater no coco.
Segurar ou bater facões, martelos, marretas, enxadas, machados etc de forma errada é causa de muitos acidentes. Por isso, quando for usar pela primeira vez uma dessas ferramentas, inicie dando batidas suaves, prestando atenção na forma de bater e no lugar que segura. Deixe as batidas mais fortes para depois de estar muito bem treinado; isso pode evitar acidentes desagradáveis ou mesmo graves.
Para sentir na mão os efeitos de uma batida em lugar errado, faça a seguinte experiência. Segure um objeto, como uma régua longa ou um cabo de vassoura. Bata nela ou nele em uma posição próxima à sua mão (como na posição 1 da figura): você perceberá que a régua ou o que você estiver segurando tenderá a escapar, ou simplesmente escapará, da sua mão na direção da batida. Bata, agora, em um ponto bem distante da sua mão, no outro extremo do objeto (posição 3): ele tenderá a escapar na direção oposta à da batida. Entretanto, há um ponto intermediário entre aqueles dois que, quando você bater, a régua ou o cabo de vassoura não tentará escapar para lado nenhum. O nome técnico desse ponto, que depende da forma do objeto e de onde o seguramos, é centro de percussão. Achar esse ponto nos esportes que usam raquetes ou tacos para atingir bolas é fundamental. E o beisebol é um deles.



No beisebol, o atleta segura um bastão (o taco) e com ele acerta uma bola, que deve ir muito longe, pois um dos objetivos dos adversários é pegá la rapidamente. Há um ponto correto do taco para atingir a bola. Quando o batedor consegue acertar a bola com a parte correta do taco, não apenas não sentirá impacto algum em suas mãos ou braços como, também, conseguirá uma batida mais eficiente.
Há outros esportes, como o tênis, nos quais é importante acertar corretamente o local de impacto (que os esportistas chamam de “ponto doce”, uma tradução do inglês “sweet spot”). Construir raquetes e tacos para esses esportes deve ser uma arte, pois devem ser tais que uma batida ligeiramente fora do ponto ideal não seja nem muito ineficiente nem muito desagradável para o atleta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário