Livro Cotidiano

Livro Cotidiano
Clique para ver índice do livro

Saltos ornamentais

Há várias modalidades esportivas muito bonitas. Qual é a mais bonita depende, claro, do gosto da cada um. Mas, provavelmente, aos olhos da maioria das pessoas, os saltos ornamentais estão entre elas.

Uma das modalidades dessa prova consiste em saltar de uma plataforma a 10 metros de altura, dar algumas voltas no ar, e entrar na água com o corpo alinhado verticalmente. Em outra modalidade, o atleta salta de uma prancha a 3 m de altura, faz alguns belos movimentos, e cai na água.
A que velocidade a pessoa atinge a água quando salta de uma altura de 10 metros? Podemos estimar isso supondo uma queda livre, na qual a resistência do ar é desprezível. Não é muito complicado fazer as contas: basta usar as equações básicas da cinemática estudada no ensino médio e considerar a aceleração da gravidade, da ordem de 10 metros por segundo ao quadrado. Fazendo as contas, concluímos que a velocidade com que o mergulhador ou mergulhadora chega na água é da ordem de 14 m/s ou, aproximadamente, 50 km/h.
E quanto tempo dura a queda? Também não é difícil fazer essa conta e concluir que ela dura cerca de 1,4 s. É nesse curto intervalo de tempo que o atleta deve fazer seu “bailado aéreo” antes de cair na água.
============================================================
Se você se interessa pela física do dia-a-dia, clique aqui 
para ver o índice do livro Um Pouco da Física do Cotidiano

============================================================
Uma pergunta que normalmente surge em várias situações na qual um atleta sofre algum tipo de impacto, como quando um mergulhador atinge a água, é sobre a intensidade da força que ele sofre. Em um salto correto, o atleta penetra suavemente na água – não dá uma “barrigada”. Assim que inicia a penetração na água, o atleta começa a perder velocidade e afundar. Observando vídeos com saltos, facilmente encontrados na Internet, podemos observar que o atleta penetra cerca de 3 m antes de parar, ou ainda, penetra na água por cerca de 1 s até parar. Com esses dados e usando novamente as equações básicas da cinemática, podemos estimar a desaceleração do atleta como sendo da ordem de 15 a 20 metros por segundo ao quadrado. As forças que atuam sobre a pessoa dentro da água são a força da gravidade, para baixo, e a força que a água faz sobre ela, para cima. Fazendo alguns raciocínios simples, concluímos que a força média da água sobre a pessoa, empurrando-a para cima, é de aproximadamente duas vezes e meia a três vezes o seu próprio peso. Essas desaceleração e força, claro, não são constantes durante todo o tempo que o atleta permanece afundando, mas são estimativas relativamente boas para que possamos tirar algumas conclusões.
Portanto, as forças que atuam sobre o corpo de alguém que mergulha de uma plataforma de 10 m de altura, desde que entre na água da forma correta, não são muito intensas e podem ser facilmente suportadas, não causando nenhum risco aos atletas. Entretanto, muito cuidado: cair na água de forma errada, dando uma barrigada, pode ser bastante perigoso, em especial quando se salta de mais do que dois ou três metros de altura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário